Elegância de gola alta

No século XVI, a Rainha Isabel I de Inglaterra, tapava o pescoço com frondosos folhos que eram, na altura, símbolo de poder e elegância. No século XX os folhos foram substituídos pela gola alta, mas a elegância de um pescoço tapado continua a estar na moda. Ainda hoje.

Texto Margarida Brito Paes

As camisolas de gola alta são as rainhas do inverno, sendo difícil encontrar uma peça de roupa mais confortável e elegante. Talvez por serem tão populares acabam por ser subestimadas, encaradas como uma peça prática ideal para o dia a dia com looks simples. Uma convicção que não passa de um mito, as malhas de gola alta podem ser usadas nas mais variadas ocasiões.

Podemos optar pelo clássico e copiar o estilo de Audry Hepburn em Cinderela em Paris (1957), mas se gostarmos de um look mais arrojado devemos combinar uma destas peças de cor forte com outra de padrões. Para sair à noite, a a combinação perfeita faz-se com saias e calças metalizadas, com glitter ou de cabedal, para dar um toque de festa.

Um bom truque para adotar este estilo neste inverno é utilizar sempre um top mais fresco por baixo – e assim se entrar num lugar mais aquecido, estará prevenida e pode tirar a camisola.

As hipóteses são infinitas porque basicamente as malhas tricotadas de gola subida ficam bem com tudo – são como uma camisa branca mas mais quentinhas.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.