Este exercício trabalha o corpo todo (sem precisar de se mexer)

Não precisa de ir ao ginásio para fazer esta prancha. Nem de se mexer, na verdade, embora vá garantidamente notar diferenças no corpo se a fizer durante 30 dias. Cinco minutos por dia e o tronco muda para melhor. Atreve-se a experimentar?

Texto NM | Fotografias da Shutterstock

São horas de má postura no trabalho. Horas no trânsito a acumular tensões. Horas a carregar filhos e mochilas e compras, segurando com a cabeça o que já não cabe nos braços.

Felizmente, para aqueles de nós que andam sempre com a coluna torta, existe a prancha para nos aliviar das dores nas costas. O facto de definir a barriga e enrijecer os glúteos é um bónus.

Esta prancha trabalha-lhe tudo no tronco: abdominais, músculos pélvicos, dorsais, glúteos E POR AÍ FORA.

Sem exigir movimentos espalhafatosos ou idas ao ginásio, este único exercício trabalha-lhe tudo no tronco: abdominais, músculos pélvicos, dorsais, glúteos, parte dos músculos dos quadris, diafragma.

Também parece a coisa mais simples de se fazer – e até é –, mas prepare-se para ficar a tremer do esforço nas primeiras vezes que se lançar a esta prancha, seja como exercício único ou integrada num plano de treinos mais abrangente (as próprias pranchas têm versões mais exigentes).

O desafio inicial consiste em fazer até cinco minutos de prancha por dia, durante 30 dias.

O desafio inicial consiste em fazer até cinco minutos de prancha por dia, durante 30 dias, de modo a fortalecer e mobilizar a coluna vertebral (veja a sequência completa na nossa fotogaleria, para começar).

A nós, que experimentámos, ajudou a ganhar resistência, flexibilidade e definir músculos que nem sabíamos que tínhamos, nomeadamente abdominais, glúteos e braços. As dores nas costas diminuem a olhos vistos. A postura melhora, com resultados também ao nível mental (ficamos mais disponíveis para enfrentar a vida de cabeça erguida).

E o melhor de tudo é que toda a gente consegue fazer esta prancha, basta querer.

Cinco minutos num mês e o seu corpo muda visivelmente. E o melhor de tudo é que toda a gente consegue fazer esta prancha básica, basta querer. Atreve-se a experimentar?

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.