OPINIÃO

Marcos Piangers: «Seja o herói que o seu filho acha que você é»

Tornar os homens mais participativos no crescimento dos bebés. Passar tempo de qualidade com os filhos. Substituir as novas tecnologias pela vida real. Ser o herói que os filhos acham que você é. Eis alguns conselhos da intervenção de Marcos Piangers na Conferência «Retrato da Família», organizada pela Notícias Magazine.

Texto de Cláudia Pinto | Fotografias de Reinaldo Rodrigues

Paulo Farinha, editor executivo da Notícias Magazine, começou a segunda parte da Conferência «Retrato de Família» falando sobre «Escrever sobre a família – entre a realidade e a ficção» e referindo os desafios de quem escreve sobre temas da paternidade. «O mais desafiante é fazer com que as pessoas se revejam naquilo que escrevemos», afirmou, apresentando o convidado seguinte, uma presença muito esperada pela plateia.

Marcos Piangers, jornalista, conferencista, autor e youtuber brasileiro, foi o responsável por um dos momentos mais esperados da Conferência «Retrato de Família», e colocou uma plateia de cerca de 250 pessoas a aplaudir de pé. Começou por felicitar os homens que decidiram participar na conferência e por estarem num encontro que seria tipicamente mais procurado por mulheres. «Peço a todos os homens para voltarem de uma próxima vez e trazerem outros amigos», disse.

«O Brasil é um país com 20 milhões de mães solteiras. A minha mãe foi uma delas. O meu pai biológico fugiu porque não se sentia preparado», Marcos Piangers

Marcos Piangers partilhou com os presentes que sempre quis ser pai porque não teve um. «O Brasil é um país com 20 milhões de mães solteiras. A minha mãe foi uma delas. O meu pai biológico fugiu porque não se sentia preparado. A maioria das mulheres está lá para enfrentar todos os problemas, todas as dificuldades, muitas vezes, sozinha. Outras mulheres têm um homem em casa que paga as contas mas que não limpa o chão, não sabe o número do pediatra, não leva o filho à escola», explicou.

Existem três formas de encarar as novas famílias, as famílias de 2017. Marcos Piangers exemplifica quais: as mulheres têm de largar a culpa, a mesma que caracterizava as mães há 50 anos, há que deixar o bebé só com o pai um fim de semana inteiro e é importante respeitar a forma como o pai faz as coisas. «Vá para um hotel com as suas amigas, o bebé não vai morrer. São nestes momentos que se criam vínculos afetivos», sugeriu.

No que respeita à partilha de tarefas, o jornalista exemplificou as frases típicas de alguns homens: «eu até mudo as fraldas, eu até lavo loiça, eu ajudo a minha mulher», explicando que não se trata de ajudar mas sim de dividir as funções e que alguns pais não percebem o quão difícil é cuidar de um bebé.

«Os nossos filhos acham que nós somos as pessoas mais inteligentes, lindas e fortes do mundo», Marcos Piangers

As famílias mudaram. Os pais também. «Os homens precisam de ser outros homens. As mulheres são hoje outras mulheres», afirmou o jornalista.

Marcos Piangers relembrou o dia do parto da primeira filha e o momento em que precisou de ajuda a uma enfermeira e em que ela respondeu: «Agora é com você!», frase que tem entoado na sua mente desde então. «Não é o YouTube, não é Netflix, não é o iPad. É com você! E isso é difícil e desafiante mas também apaixonante.»

São os momentos mais difíceis no crescimento de um filho que marcam, como o a primeira noite que não se dormiu devido ao facto de o filho estar doente e a primeira vez que o deixaram na creche.

Todos os pais são heróis

Tempo de qualidade que se gasta com os filhos, apesar de uma vida corrida. Na sociedade de hoje em dia, com uma rotina frenética, «há medo de passar tempo sozinho com os filhos. Temos muito a aprender com eles. Os adultos são muito imaturos, usam as crianças como arma em situação de divórcio. Precisam de ser mais carinhosos, mais amigos, mais simples», disse.

O também autor do livro «O Pai é Top», revelou que, quando escreveu o seu primeiro livro, achou que estava condenado ao insucesso e que não venderia mais de dez exemplares. «Surpreendentemente, vendeu mais de 150 mil cópias, foi traduzido em várias línguas e introduziu uma nova e mais moderna discussão: a participação plena do homem na paternidade», explicou.

«Há medo de passar tempo sozinho com os filhos. Temos muito a aprender com eles. Os adultos são muito imaturos», Marcos Piangers

Todos os pais são mestres, são responsáveis, são anjos protetores, são heróis. Foi esta a mensagem base desta palestra. «Os nossos filhos acham que nós somos as pessoas mais inteligentes, lindas e fortes do mundo. Os nossos filhos acham que somos heróis. Seja o herói que o seu filho acha que você é!», aconselhou.

No final, chamou ainda à atenção para o facto de a vida real ser muito mais difícil que a do Instagram, onde «o mundo é perfeito» alertando para o facto de os pais passarem muito tempo ligados às novas tecnologias e perderem alguns dos momentos mais importantes e únicos dos seus filhos.

Esta foi uma primeira conferência organizada pela Notícias Magazine. Outras se seguirão. Esteja atento ao site e à revista pois teremos novidades em breve.

 

 

 

 

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.