Sinais de alerta para mudar a planta de vaso

Quando a planta já não se desenvolve há bastante tempo ou apresenta um aspeto debilitado, poderá ser sinal de estar demasiado apertada

O "Consultório de jardinagem" desta semana, por Sofia Manuel.

Como posso saber quando é a melhor altura para mudar uma planta de vaso?
Conceição Ferraz

O melhor momento para trocarmos as nossas plantinhas de vaso chegou. Os dias estão maiores (mais tempo para fotossíntese da boa) e as temperaturas mais elevadas, ou seja, a plantinha tem os fatores externos todos a seu favor para a adaptação à nova casa. No entanto, calma com as luvas de jardinagem! A troca é aconselhada nesta altura, sim, mas só se a planta realmente precisar.

Sabia que a troca de vaso é das atividades mais stressantes para uma planta? É verdade, até as plantas podem sofrer de stress. Vamos então perceber como ler os sinais de alerta e poupar muita plantinha de um valente trauma. Trate os seguintes pontos como uma checklist. Se algum deles for verdade, está na hora de mudar a sua plantinha de vaso:

– Raízes demasiado desenvolvidas

Sem dúvida o ponto mais importante de todos. Retire gentilmente a planta do vaso para conseguir observar bem o sistema radicular. Está bastante desenvolvido? Se vir mais raízes do que substrato, está na hora de mudar a planta para uma casa maior.

– Terra sempre seca

Um dos sinais mais comuns é a nossa plantinha apresentar o substrato constantemente seco. Quando as raízes estão demasiado desenvolvidas, não existe substrato em quantidade suficiente para reter a água após a rega. E a pouca que fica retida é rapidamente absorvida pelas raízes.

– Planta estagnada ou com mau aspeto/ baça

Quando a planta já não se desenvolve há bastante tempo ou apresenta um aspeto debilitado, poderá ser sinal de estar demasiado apertada. Provavelmente, já não existe matéria orgânica suficiente, nem a retenção de nutrientes é eficaz.

Mas, atenção, isto só é válido se a planta estiver a ser bem cuidada, ou seja, se está num local com boa luz, se a rega está a ser feita corretamente e se a fertilização for regular. Se mesmo assim não se estiver a desenvolver ,é provável que esteja a precisar de uma casa maior.

E agora que já sabemos a altura certa para trocar as nossas plantas de vaso, vamos a isso! Mãos na terra que as plantinhas estão à vossa espera.

Sofia Manuel, designer de jardins e autora de “A Tripeirinha”

*A NM tem um espaço para questões dos leitores nas áreas de Direito, Jardinagem, Saúde e Finanças pessoais. As perguntas para o Consultório devem ser enviadas para o email [email protected]