Uma tábua que é um mundo de possibilidades

É um brinquedo para qualquer idade. Uma prancha de equilíbrio que estimula a independência motora e psicológica, a força e a noção corporal de quem a usa. Conheça a Wobbel.

Texto de Filomena Abreu

Uma prancha curvada chama a atenção no meio da sala. A um canto do quarto. Nesta página. É uma Wobbel. Um objeto que não é uma coisa qualquer. Tem mil utilidades, dependendo da criatividade. É um brinquedo para miúdos e adultos.

Nasceu na Holanda, em 2015, pelas mãos de Hannelore Blaauw e Wouter Haine, inspirados pelo método Waldorf, uma abordagem pedagógica que procura integrar de maneira holística o desenvolvimento físico, espiritual, artístico e intelectual das crianças. Daí a Wobbel ser curva: a forma tem um papel essencial na imaginação.

Em madeira, em bambu, com feltro colorido ou só de uma cor. Com um design minimalista moderno, criado para brincadeiras e também para o bem-estar. Forrado com lã ou cortiça naturais. Características que fazem da Wobbel um objeto lúdico que não pede para ser guardado depois de usado. É útil para nele se deitar a ler. Serve de castelo nas brincadeiras. Pode ser um banco, uma ponte entre mesas ou um escorrega a ligar a cama ao chão. Um baloiço. Um esconderijo. Dá para os bebés que começam a explorar o mundo ou para os miúdos que estão a aprender a surfar ou a andar de skate. Dá para os adultos que fazem ioga. É o que se quiser que ela seja. O único limite possível é o peso – 200 kg é quanto ela aguenta.

Está disponível em quatro modelos: o Original, XL, Mini e 360 (uma espécie de prato gigante). Os valores variam entre os 9,95 e os 165 euros. Em Portugal, está disponível em lojas de Lisboa: Cristina Siopa e Nitta Kids.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.