Tem dores nos ossos? Saiba como prevenir

Cada vez lhe custa mais andar ou correr, subir escadas, fazer desporto? É verdade que a idade aumenta o risco de osteoporose e é por isso que deve começar a prevenir já. Mude certos hábitos diários para que não tenha de viver com dores.

Texto de Ana Patrícia Cardoso | Fotografia Shutterstock

ANDAR 10 MINUTOS 3 VEZES AO DIA

Exercícios como andar ou correr são fundamentais para manter os ossos fortes. O ideal seria conjugar com atividades para ganhar resistência, como natação ou pesos para conseguir os melhores resultados, mas apontar para 10 minutos em três momentos do dia é um bom começo.

NÃO FUMAR

Fumar tem um impacto profundo nas células dos ossos, especialmente em pessoas com menos de 30 anos. Para além de todos os malefícios conhecidos do tabaco, ainda aumenta o risco de osteoporose e fraturas. Se parar de fumar agora, vai perceber em pouco tempo que as dores nos ossos diminuíram ou desapareceram.

NÃO FICAR ABAIXO DO PESO RECOMENDADO

Ninguém diz que ter excesso de peso é melhor. É importante manter a mobilidade e, quanto mais pesado, mais pressão nos ossos para manter a estrutura corporal. O que se passa é que pessoas abaixo do peso também têm uma estrutura óssea mais frágil. O que pode acontecer é que qualquer perda de peso pode levar a fraturas ósseas muito mais facilmente.

A VITAMINA D AJUDA

Numa dieta equilibrada precisamos de 700 miligramas de cálcio e 10 microgramas de Vitamina D para ter ossos saudáveis. Existe algum receio de que o consumo exagerado de cálcio possa levar a um risco maior de doenças cardiovasculares. Não tome suplementos se tiver um risco mínimo de osteoporose. Já a Vitamina D vem sobretudo da ação da luz solar na nossa pela (90%) e os restantes 10% através da comida (por exemplo, óleo de peixe). Se tem restrições alimentares e não expõe a pele ao sol, aí sim, considere os suplementos.

TER ATENÇÃO AO RISCO (E À IDADE)

O risco de osteoporose aumenta quando é mais velho, inativo, abaixo do peso, se já teve fraturas graves, se fuma, bebe muito, toma esteroides ou sofre de reumatismo. Para saber a sua densidade óssea, um scan pode ser útil. Se for idoso, há que ter um cuidado extra no exercício que faz. Não vale a pena fazer o seu corpo passar por um esforço maior do que o recomendado, as consequências podem ser para a vida.

 

 

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.