Bichos de duas patas

As mulheres que já foram alvo de violência doméstica e conseguiram libertar-se do agressor não gostam que lhes chamem vítimas, preferem ser referidas como sobreviventes. A decisão de uma juíza da Amadora em suspender um processo de violência doméstica e determinar que o agressor leve a vítima a jantar fora e a atividades culturais deixou-me […]

Vida tão breve

A literatura também vive da tristeza, da solidão e do desencanto, de mulheres abandonadas e de heróis fracos, sendo profícua em narrativas nas quais as relações entre homem e mulher se estabelecem de modo assimétrico. Dizia Michelet que o homem caça e luta, a mulher intriga e sonha. Ao homem foi dado o papel da […]

As palavras que te digo

No princípio era o verbo. E no final também será. As palavras que usamos não só definem a realidade em que estamos inseridos, como nos definem dentro dela. Vivemos de tal forma submersos em expressões importadas e neologismos parolos que quase nem damos por isso. Eu dou. Encanto-me ou desencanto-me com quem as usa com […]

Embustes virtuais

Conheceu-a no Facebook. Foi ela quem meteu conversa. Muitas vezes são as mulheres quem mete conversa, atualmente é comum. O cinquentão em questão, como acontece aos homens bonitos, tem a caixa de mensagens agradavelmente recheada de missivas simpáticas e aparentemente inócuas de jovens e de senhoras comunicativas. As de Lourdes chamaram-lhe a atenção. Gostou da […]

O amor lava e cozinha

Sempre fui apaixonada por grandes histórias de amor: Tristão e Isolda, Pedro e Inês, Soror Mariana e Noel, Camilo e Ana, Sá Carneiro e Snu. As que mais me fascinam são aquelas em que os casais estiverem juntos durante anos ou décadas, muito mais interessantes do que as breves e fatídicas, como Romeu e Julieta, […]

Manipanzo, estás aqui

Esta será porventura uma das crónicas mais difíceis de escrever, a gravidade do tema não me permite falhar em uma só palavra. Há cerca de um ano, o Gonçalo escolheu pôr termo à vida, um mês antes de completar 27 anos. Era muito bonito, muito inteligente, muito sensível, dotado de um pensamento original e muito […]

Ao lado da vida

Quantas vezes ao longo da nossa existência somos obrigados a aceitar coisas que não percebemos? E quanto tempo demoramos a conseguir tal proeza interior? Por vezes, uma vida inteira não chega, morremos sem nunca aprender a lição final. Ou então, quando alcançamos a paz, sentimos que perdemos demasiado tempo e que já vamos tarde. O […]

Todos os muros caem

Riscar a linha do limite ensina a desenhar a expansão. A linha do limite é diferente para cada país, para cada povo, para cada ser humano. Desenhar a linha do limite é obrigar os outros a pararem de fazer algo que nos agride, nos humilha ou nos enfraquece. Segundo os dados da HRANA, a Agência […]

Nunca é tarde

Talvez por causa de uma gripe persistente que me deixou o corpo moído e a cabeça a chocalhar durante duas semanas, escapou-me uma das efemérides mais importantes da História Contemporânea de Portugal. É comum fazermos a pergunta, onde é que estavas no 25 de Abril?, mas muitos esquecem outra, igualmente importante: de que lado do […]

Quem paga a conta?

O Mundo está tão virado do avesso que quando um homem convida uma senhora para jantar, ninguém sabe o que vai acontecer na hora de pagar a conta. Existem feministas que se sentem ofendidas se o macho quiser fazer o obséquio de convidar. Parece que o corrente nos dias de hoje é rachar o valor […]