Olhos castanhos: comuns, nada banais

Descubra a prevalência de cada tonalidade de cor dos olhos.

Os olhos que estão a ver esta página são provavelmente castanhos. E se tem olhos castanhos, tal como 80% da população mundial, os seus pais quase de certeza que também têm, já que a tonalidade da íris é uma de muitas características hereditárias. Deve-se a uma mutação genética, ocorrida algures entre dez e seis mil anos atrás, o azul exibido por menos de 10% dos adultos. Mas raros mesmo são os exclusivamente verdes – só 2% dos mortais se podem gabar de ter a membrana interna dos olhos tingida de esmeralda. E ainda mais difíceis de encontrar são os que ostentam tons avermelhados, característicos dos portadores de albinismo, ou de cores diferentes, resultado da heterocromia. Se tem olhos castanhos, saiba que apesar de comuns, nada têm de banal. Mais resistentes à luz, são capazes de transmitir maior empatia. Ou, como cantava Francisco José, “olhos bons com coração” de “encantos tamanhos” são os “castanhos leais”.