Mensagem em garrafa encontrada 25 anos depois

A garrafa tinha sido lançada à água a cerca de 1300 quilómetros do local onde foi parar

A autora, hoje médica na Austrália, disse à BBC Escócia lembrar-se vagamente de ter escrito a carta. E que lê-la era como abrir uma janela para a sua mente em jovem. “Quando li, morri a rir”, disse.

Uma mensagem numa garrafa lançada por uma jovem na Escócia na década de 1990 foi encontrada 25 anos depois por uma mulher numa praia norueguesa. Mas a história só acaba quando Elena Andreassen Haga, que encontrou a garrafa, conseguiu localizar a autora da carta, “porque não é muito frequente encontrar algo com tanto significado”.

A mensagem foi escrita em 1996 por uma jovem chamada Joanna Bunchan. E a carta revelava que a garrafa tinha sido lançada à água de um barco de pesca na costa de Peterhead, a cerca de 1300 quilómetros do local onde foi parar. No texto, escrito no âmbito de um projeto escolar, Joanna falava da escola, do cão, de ursos de peluche e da sua casa “enorme”. E concluía: “A propósito, odeio rapazes”.

Elena encontrou a carta em 2020, conseguiu encontrar Joanna no Facebook, que só viu o pedido de mensagem neste ano. A autora, hoje médica na Austrália, disse à BBC Escócia lembrar-se vagamente de ter escrito a carta. E que lê-la era como abrir uma janela para a sua mente em jovem. “Quando li, morri a rir”, disse ela. “Há algumas partes realmente adoráveis, nomeadamente o que era importante para mim na altura.”