Indiano vende a casa para pagar os estudos da neta

Desraj Ji é condutor de riquexós, veículo de duas rodas para uma ou duas pessoas puxado por uma pessoa a pé ou de bicicleta

A história levou a uma angariação de fundos online que conseguiu 28 mil euros para este avô.

Depois de perder os dois filhos, o indiano Desraj Ji encontrou forças na responsabilidade de sustentar os netos e noras e a história emocionou as redes sociais. “Há seis anos, o meu filho mais velho desapareceu de casa, saiu para trabalhar e nunca mais voltou”, contou Desraj. O corpo foi encontrado na semana seguinte. Dois anos depois, perdeu o outro filho, que se suicidou. E começou a trabalhar mais horas para ajudar a família – é condutor de riquexós, veículo de duas rodas para uma ou duas pessoas puxado por uma pessoa a pé ou de bicicleta, frequente em cidades do Oriente.

Como se isso não bastasse, quando a neta lhe confessou que gostava de ir estudar para Deli, capital indiana, o avô vendeu a casa para a poder ajudar. “Tinha que realizar os sonhos dela…a qualquer custo”, disse à imprensa indiana. A mulher, as noras e os netos mudaram-se para casa de um familiar, enquanto Desraj passou a dormir no carro, em Bombaim, para trabalhar. “Mal posso esperar para que ela se torne professora. Vai ser a primeira licenciada da família.”

A história levou a uma angariação de fundos online que conseguiu 28 mil euros para este avô, que, entretanto, já conseguiu um teto.