Dente de mamute ajuda a matar a fome a ucranianos

Resto mortal tem cerca de 12 mil anos e pertence a um mamute-lanoso

O dinheiro conseguido com o leilão de um dente de mamute fossilizado foi utilizado para ajudar a alimentar vítimas ucranianas do atual conflito.

Um pescador americano encontrou um fóssil de dente de mamute enquanto pescava na costa de Massachusetts e acabou por leiloá-lo para apoiar as vítimas da guerra entre a Rússia e a Ucrânia.

No meio dos moluscos que apanhava, Tim Rider descobriu “uma imensa rocha”, tendo chamado investigadores da Universidade Nova de Hampshire para analisarem o fóssil. Os especialistas confirmaram que o achado se tratava de um resto mortal com cerca de 12 mil anos, pertencente a um mamute-lanoso.

Após a análise, o pescador decidiu ficar com o fóssil, expondo-o no restaurante de que é proprietário e que, devido ao insólito achado, recebeu novos clientes. No entanto, com a invasão da Ucrânia pela Rússia, Tim Rider leiloou o fóssil no eBay, tendo arrecadado quase sete mil euros, depois doados à World Central Kitchen, organização atualmente a trabalhar para alimentar vítimas da guerra.