A melhor maneira de tratar as gastroenterites no verão

A gastroenterite é uma doença infecciosa que pode causar febre, náuseas, mal-estar, diarreia e dor abdominal (Foto: Freepik)

O "Consultório médico" desta semana, pelo médico de família Dinis Brito.

O que se pode fazer para evitar ficar doente no verão, nomeadamente evitar gastroenterite? E o que fazer caso de tenha alguma: jejum total ou tomar medicamentos?
Ana Cristina, pergunta recebida por e-mail

A fórmula para evitar ficar doente no verão deve ser a mesma que assume para evitar a doença no resto do ano: adoção de estilos de vida saudáveis e seguir os conselhos do seu médico assistente. No entanto, devido às temperaturas mais elevadas, o verão coloca alguns desafios:

  • maior risco de desidratação, sobretudo nas pessoas mais frágeis (particularmente, idosos e crianças), sendo importante um reforço da ingestão de água nos dias mais quentes e, se possível, evitar a exposição a temperaturas mais elevadas;
  • deterioração mais rápida dos alimentos tornando-os mais dependentes das condições dos equipamentos de refrigeração e suscetíveis à contaminação.

A gastroenterite é uma doença infecciosa que pode causar febre, náuseas, mal-estar, diarreia e dor abdominal. Pode ser provocada por vírus (mais frequente e, geralmente, menos grave) ou bactérias (mais rara e potencialmente mais grave). A sua principal complicação é a desidratação.

Para prevenção da gastroenterite é importante manter a devida higienização das mãos e a correta confeção, preparação e conservação dos alimentos.

No caso de ter sintomas deverá em primeiro lugar reforçar a sua hidratação utilizando água ou, em casos mais graves, soros de hidratação oral. As restante estratégias terapêuticas passam pelo controlo de sintomas através de medicamentos para domínio da febre (paracetamol, p.e.), controlo da dor abdominal (butilescopulamina, p.e), antieméticos, antidiarreicos e probióticos. Em alguns casos, mais raros, poderá ser necessária a utilização de antibióticos.

O papel do jejum permanece por esclarecer, havendo, contudo, evidência de que é desprovido de interesse no tratamento da gastroenterite vírica. De igual forma, a utilização das famosas “dietas brancas” não é recomendada. Algumas pessoas poderão, contudo, ter agravamento dos sintomas com alguns alimentos tais como refrigerantes, alimentos ricos em gordura e/ou açúcar (ou adoçantes), e produtos lácteos.

Principal conselho? Hidrate-se.

Votos de boas férias!

Dinis Brito, médico de família

*A NM tem um espaço para questões dos leitores nas áreas de Direito, Jardinagem, Saúde e Finanças pessoais. As perguntas para o Consultório devem ser enviadas para o email [email protected]