Os segredos para fazer durar o bronzeado

Para conseguir manter um bronzeado radiante, a pele tem de estar bem cuidada e hidratada

Ter um bronzeado dourado e duradouro é o desejo de muitos. Há quem consiga mais facilmente atingir o tom de pele invejável durante esta estação graças à disposição genética, mas há soluções para quem não consegue bronzear tão facilmente. As dicas e os truques para obter e manter um bronzeado saudável e bonito.

A substância responsável pelo nosso tom de pele é a melanina, uma proteína imprescindível à pigmentação da pele e também para a proteger dos efeitos nocivos dos raios solares, principalmente dos raios ultravioleta. Existe uma predisposição genética para uma determinada quantidade de melanina, daí haver pessoas mais morenas que outras. Mas, genética à parte, há alguns conselhos para ajudar a conseguir e manter um belo tom moreno. Importante é nunca esquecer que a base para uma pele bela é sempre uma pele saudável.

1. Exfoliação

Para preparar a pele para o bronzeado perfeito, a esfoliação é o primeiro passo, essencial para que fique mais limpa, luminosa e rejuvenescida. Sara Machado, beauty expert da Skin.pt, explica que os exfoliantes “atuam à superfície da pele, mais concretamente no extrato córneo para garantir uma superfície mais lisa, uniforme e suave”. O extrato córneo “é a primeira camada exterior da pele e é através dele que garantimos a renovação e a eliminação de agentes externos que ali se depositam”. A exfoliação permite não só remover as células mortas como ajuda a combater a celulite, reduz o aparecimento de manchas e estimula a regeneração celular natural. Deve ser feita regularmente, idealmente, de 15 em 15 dias.

2. Alimentação rica em betacaroteno

Outro ponto importante é comer mais alimentos ricos em betacaroteno. O betacaroteno, responsável por dar a cor laranja às cenouras, transforma-se em vitamina A e “além de um carotenoide também é considerado uma pró-vitamina”. “A vitamina A no organismo contribui para as mucosas, visão, sistema imunitário e pele”, segundo a profissional de dermocosmética. Este nutriente, presente em muitos alimentos, é um antioxidante que contribui para uma pele mais saudável, bonita e bronzeada. É importante, no Verão, comer mais vegetais e frutas – como cenoura, espinafres, melão, abóbora, brócolos, manga, tomate e maracujá – crus, cozinhados ou em batidos. Para quem quiser completar a alimentação, existem suplementos com elevada concentração de betacaroteno e com os benefícios associados.

3. Usar protetores solares que ativam o bronzeado

Sempre que há exposição solar, a pele deve estar protegida com protetor solar adequado. Cada vez mais os raios solares são tão abrasivos que desencadeiam problemas de pele, que podem mesmo ser irreversíveis. Atualmente, as marcas de dermocosmética disponibilizam produtos que protegem de forma intensa dos raios solares, ao mesmo tempo que intensificam o bronzeado. Sara Machado alerta que “o bronzeado é um processo demorado e nunca imediato, assim, é fundamental proteger a pele dos raios solares para que no final o resultado seja um aumento da tonalidade da cor da pele em vez de um verdadeiro escaldão”. “Os dermatologistas preferem recomendar a utilização de um produto com fator de proteção superior a 50 (SPF50+) pelo principal motivo de nunca aplicarmos a quantidade de protetor solar necessário. Ainda assim, o importante a reter é que esta proteção nunca deverá ser abaixo de SPF30”, conclui a beauty expert.

4. Utilizar after-suns que prolongam o bronzeado

Por último, para conseguir manter um bronzeado radiante, a pele tem de estar bem cuidada e hidratada. Nesta altura, é útil a utilização de produtos after-sun. Apesar de terem uma base de hidratação idêntica, estão mais preparados para nutrir a pele depois da exposição solar, ou seja, reparar e hidratar em maior profundidade. Atualmente, os produtos foram sendo reformulados para que, além de hidratar e reparar a pele, ajudem a enaltecer e prolongar o bronzeado.