Alexandra Moura: “O que mais adoro é adorar, sentir essa energia”

Alexandra Moura apresentou “Subversão”, a sua coleção outono-inverno 2021/2022, na Semana da Moda de Milão e no Portugal Fashion. Foi fotografada no seu ateliê, em Lisboa

O "Espelho Meu" da designer de moda.

Vejo bem

  1. Sou muito intuitiva, ajuda-me a ser assertiva.
  2. Sou muito observadora e boa ouvinte.
  3. Sou muito resiliente. Se calhar por isso, e pelo que passei, cheguei onde cheguei, estou onde estou.
  4. Sou muito persistente e trabalhadora. O que faz de mim ser o que sou.
  5. Tenho um grande sentido de justiça e perdoo facilmente. Ponho-me no lugar dos outros e faço aos outros o que gostaria que me fizessem a mim.
  6. Sou muito criativa, muito apaixonada, vibro facilmente com pequenas coisas. O que mais adoro é adorar, sentir essa energia, sentir-me bem com o que estou a sentir.
  7. Sou leal.

Vejo mal

  1. Tenho uma grande dose de teimosia. Teimo até ter certeza de que tenho ou não razão (também dou o braço a torcer com facilidade). Atrás da teimosia vem um certo orgulho.
  2. Sou bastante impaciente e ansiosa, o que cria tensão dentro de mim.
  3. Sou bastante tímida, apesar da capa de extrovertida. Sou um bocadinho bicho do mato.
  4. Em certos aspetos, sou bastante frágil e perco a autoconfiança e a autoestima.
  5. Sou insegura, o que, na minha profissão, é um handicap.
  6. Sou muito indecisa na tomada de decisões, quer estéticas quer criativas, quer numa simples ida ao restaurante.
  7. Em alguns momentos, sou desconfiada.
  8. Sou desorganizada, apesar de ter a minha metodologia de trabalho. É um caos para quem está à minha volta.
  9. Tenho uma grande dose de medo. Fiquei mais medrosa depois de ter sido mãe.

Designer de moda
47 anos