Fotografias provam que animais também expressam emoções

O mundo animal é tão ou mais hilariante do que o dos humanos. A verdade é que eles também sentem. E não são só os cães e os gatos que experienciam emoções como a ternura, a raiva e a culpa. No meio selvagem acontece o mesmo, e são muitos os fotógrafos e os concursos que reconhecem o trabalho dos que se dedicam a capturar imagens nesses momentos.

A fotografia de uma marmota a ser surpreendida por uma raposa tem percorrido as redes sociais e provocado diversas reações. Nomeada “O momento”, a imagem é da autoria do chinês Yongqing Bao e venceu o “Wildlife Photographer of the Year 2019”. O prestigiado concurso é promovido pelo Museu de História Natural de Londres.

“The Comedy Wildlife Photography Awards” é outro concurso anual que compila fotografias curiosas de animais no seu habitat natural. A competição tem um cariz social e ambiental, na medida em que pretende aumentar a consciencialização para a necessidade de conservar a vida selvagem.

Os fundadores do projeto, os fotógrafos profissionais Tom Sullam e Paul Joynson-Hicks, esperam que a divulgação das imagens incentive o público a pensar mais nas questões ambientais, assunto cada vez mais na ordem do dia. A Organização Não-Governamental “Born Free Foundation”, especializada na proteção animal, é parceira do concurso.

Animais pequenos e grandes. Uns mais pacíficos e outros bem selvagens. Todos têm em comum a expressão surpreendente ou a posição curiosa em que foram fotografados.

Percorra a galeria para ver os registos.