OPINIÃO

Jorge Gabriel: «Aprendi que devemos estar disponíveis para os outros»

Jorge Gabriel espera ser capaz de manter o discernimento e a humildade para perceber as lições de vida em todas as suas formas e dimensões.

Texto Ana Pago Fotografia Rui Oliveira/Global Imagens

Passou a maior parte da vida a lidar com câmaras, microfones e gente bonita, mas garante que percebe pouco de intrigas e ainda menos de caprichos de divas. «Se houve coisa que aprendi foi que devemos estar disponíveis para os outros. Quando os apelos diários são a apologia do “eu” e a satisfação do ego, sem contar com o mundo à nossa volta, então o melhor é contrariar», diz o jornalista e apresentador televisivo de 49 anos.

Jorge Gabriel espera ser capaz de manter o discernimento e a humildade para perceber as lições de vida em todas as suas formas e dimensões. «Há um poema de uma poetisa brasileira que adoro, Elisa Lucinda, que diz: “Minha esperança é imortal.” Não importa que todos roubem, porque ela vai confiar mais e outra vez. “Vamos pagar limpo a quem a gente deve e receber limpo do nosso freguês. Com o tempo, a gente consegue ser livre, ético e o escambau”, escreve ela. Isso retrata na perfeição o meu estado de espírito.»

O facto de ter sido pai pela quarta vez há um ano – de um bebé risonho e tranquilo, sobre quem se farta de escrever no blogue jorgegabriel.pt – também facilita essa disponibilidade. Sobretudo, ajuda‑o a entender a importância da dádiva, independentemente do retorno. «Dar sem esperar receber. Apenas o prazer de fazer alguém feliz. E tantas vezes por tão pouco. Um sorriso espontâneo, um afeto inesperado. Só porque sim.»

A VIDA EM NÚMEROS

16 – ARRANQUE
Era a idade que tinha quando começou a carreira na Antena 1, onde participava no programa Musicomania. Ao mesmo tempo, Colaborava na Rádio Regional da Amadora.

2004 – PRÉMIO
Em maio de 2004 recebeu o Globo de Ouro para Melhor Apresentador de Entretenimento. «Foi um momento muito bonito», recorda.

4 – FILHOS
Mariana, 15 anos, Madalena, 13, e Pedro, 1, são os três filhos que tem com a mulher, Filipa Gameiro. Jorge Gabriel é ainda pai de Duarte, o mais velho (21 anos), fruto do primeiro casamento.

14 RTP – PRAÇA
Há 14 anos que apresenta Praça da Alegria, na RTP1 (mudou para a estação pública em 2002. Assim se tornou um dos preferidos dos portugueses, a entrar‑lhes em casa de segunda a sexta.

1992 – TELEVISÃO
Em dezembro de 1992 começou a trabalhar no departamento de desporto da SIC, dois meses depois de a estação privada ter dado início às emissões regulares.