Filhos compram carro que o pai tinha vendido para tratar da mãe com cancro

Texto de Ana Sofia Reis

Wesley Ryan era conhecido em San Antonio, no Texas (Estados Unidos da América), pelo seu Ford Mustang 1993, ao qual deu o nome de Christine. A adoração pelo carro era visível aos olhos de quem o conhecia.

Há cerca de 12 anos atrás, foi diagnosticado um cancro no ovário a Laura, esposa de Wesley, que precisou de ser submetida a uma cirurgia. Com as contas médicas a acumularem-se, o Wesley viu-se obrigado a vender o Mustang, sem pensar duas vezes.

Os filhos do casal, Jeni e Jake, sempre souberam o valor sentimental que o carro tinha para o pai e, por isso, decidiram recuperar o veículo como forma de agradecimento pelos sacrifícios que Wesley sempre fez pela família. Já bem de saúde, Laura ajudou os filhos com essa missão.

Apesar dos contratempos, quando explicaram a situação, os irmãos conseguiram um acordo com o dono do Mustang e foram buscar o carro para surpreender o pai. Depois de quase duas horas de viagem, Jeni e Jake vendaram Wesley, para que a surpresa fosse maior.

E foi com lágrimas nos olhos que Wesley recebeu o Mustang, que havia sido seu há mais de uma década, novamente. “Ele nunca esperou nada de volta da nossa parte. Tudo o que o meu pai queria que fôssemos conseguimos ser, e isso foi tudo o que ele sempre pediu da nossa parte. Nunca pediu o carro de volta”, conta Jeni, emocionada.

“Eu sei o quanto ele sofreu ao ver aquele Ford Mustang 1993 ir embora”, contou Jake, acrescentando que nunca se esquecerá do dia em que viu o pai comovido pelo momento.

https://youtu.be/SMPXRu8AH1s