OPINIÃO

Domingo é domingo (deixe lá a neura de parte)

Dormir até tarde e deitar-se no sofá agarrado ao comando da televisão? Nada disso. Domingo é para aproveitar até ao último minuto e esquecer que o dia seguinte é segunda-feira. Domingo é dia de arejar a cabeça.

Texto NM | Fotografia Shutterstock

Domingo deve ser um dia de liberdade para quem não trabalha. Aquele dia para atividades em família, para tomar um banho mais demorado e relaxado, para um pequeno-almoço mais prolongado, para dedicar tempo ao passatempo preferido, para passear o cão com mais calma. É dia de não olhar para o relógio ou matutar na agenda.

Não é para pensar no dia seguinte e no regresso ao trabalho. Se o domingo for bem aproveitado, vivido intensamente, aquela nostalgia de fim de tarde ou início de noite desaparecerá. Aquela angústia da segunda-feira que se aproxima sairá da cabeça. O importante é aproveitar bem o tempo. É simples, não é?

Damos algumas sugestões para um domingo como deve ser.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.