Dia Mundial sem Tabaco. Quinze passos para deixar de fumar

Esta quinta-feira, 31, assinala-se o Dia Mundial sem Tabaco. Veja a fotogaleria e conheça os 15 passos que deve seguir para deixar de fumar.

Texto de Alexandra Pedro | Fotografias Shutterstock

«O tabaco destrói corações. Escolha saúde, diga não ao tabaco». Este é o tema do Dia Mundial sem Tabaco, assinalado esta quinta-feira, 31.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) informou em comunicado que as primeiras consultas de «apoio intensivo à cessação tabágica aumentaram cerca de 60% entre 2016 e 2017, passando de 7.145 para 11.493». Também os locais de consulta para os pacientes que pretendem deixar de fumar aumentaram: passaram de 180 em 2016 para 218 em 2017.

A DGS lembra que o tabaco é a segunda principal causa de doenças cardiovasculares, sendo que o consumo e a exposição ao fumo representam cerca de 12% do total de mortes por doença cardíaca em todo o mundo.

«A epidemia global do tabaco mata mais de 7 milhões de pessoas por ano, dos quais cerca de 900 mil são não fumadores».

O tabaco afeta não só os fumadores como os não fumadores. De acordo com a DGS, a «epidemia global do tabaco mata mais de 7 milhões de pessoas por ano, dos quais cerca de 900 mil são não fumadores». Em Portugal, o tabaco foi responsável pela morte de mais de 2100 pessoas (1620 homens e 545 mulheres), segundo os dados do Institute of Health Metrics and Evaluation (Instituto para as Métricas e Avaliação em Saúde).

Os dados da OMS indicam que as pessoas que deixam de fumar vivem em média mais 10 anos, quando comparadas com as que continuam. «Após 5 a 15 anos, o risco de Acidente Vascular Cerebral (AVC) iguala o dos não-fumadores», e o risco de cancro e de doenças respiratórias «começa também a diminuir».

O Programa Nacional para a Prevenção do Tabagismo fez uma lista com 15 passos que deve seguir para deixar de fumar.

Os benefícios para quem deixa de fumar são vários e começam de imediato. Segundo o Centers for Disease Control and Prevention, após os primeiros 20 minutos a pressão arterial e a frequência cardíaca voltam ao normal, e passadas duas semanas já vai começar a respirar melhor e a sentir mais energia. Após um ano, o risco de ataque cardíaco já diminuiu para cerca de metade.

O Programa Nacional para a Prevenção do Tabagismo fez uma lista com 15 passos que deve seguir para deixar de fumar. Percorra a fotogaleria e saiba como se deve comportar para largar de uma vez o seu vício.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.