OPINIÃO

Uma casa com dois fusos horários

Um casal de brasileiros apaixonou-se por Portugal e decidiu comprar um apartamento para férias e trabalho. Esta é uma casa que une os dois lados do Atlântico.

Texto de Ana Patrícia Cardoso | Fotografia de Pedro Mendes

Se a vista para o mar não bastasse, o espaço amplo e a varanda que percorre todo o apartamento seriam suficientes para convencer qualquer um a ficar com este apartamento em Cascais.

O casal de brasileiros que disse o «sim» escolheu Sheila Mour Azevedo, do atelier Shi Studio – que também nasceu no Brasil – para fazer a remodelação total. Pensado para ser «uma casa longe de casa» durante férias ou temporadas de trabalho, o espaço queria-se confortável, descontraído, luminoso e com um toque tropical.

Todo o ambiente é pontuado por cores quentes e o verde. A planta original foi parcialmente remodelada para tornar os espaços mais harmoniosos entre si.

A maior preocupação da designer foi criar um lar onde a família se sentisse «acolhida, não se sentissem estrangeiros e o ambiente não se tornasse demasiado “europeu”». Por isso, optaram por deixar a madeira original à vista e as texturas naturais do papel de parede.

Todo o ambiente é pontuado por cores quentes e o verde. A planta original foi parcialmente remodelada para tornar os espaços mais harmoniosos entre si. Houve um aumento da cozinha e foi criada uma ligação para a varanda e um aumento das espaços de arrumação nas casas de banho.

A vista para o exterior assume importância substancial em toda a construção das diferentes divisões. Na sala de estar, os sofás estão virados para fora, num convite claro à contemplação. O quarto de casal segue o mesmo espírito e com duas paredes em janelas, a cama está direcionada para a varanda. É possível imaginar que acordar com esta vista seja um prelúdio para um bom dia.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.