6 truques para recuperar a linha num instante após as festas

O natal foi de muitas delícias e o ano novo nem se fala? Abusou? Pois saiba agora como livrar-se dessas gordurinhas indesejadas depois das festas e recupere a linha para um 2018 em grande forma.

Texto NM | Fotografias da Shutterstock

MUITA ÁGUA

Muita. Pelo menos litro e meio por dia. É fundamental para eliminar a sensação de inchaço resultante do excesso de sódio e glúten ingerido durante as festas, com a consequente retenção de líquidos no organismo. As vantagens são mais do que muitas: água lubrifica os tecidos corporais e ajuda a eliminar toxinas; contribui para a fluidez do sangue, hidratação das fibras alimentares, bom funcionamento do sistema digestivo e dos rins; garante ainda o controlo da fome e uma maior absorção de vitaminas e minerais. Chás também são bem-vindos, desde que não lhes acrescente açúcar.

DISCIPLINA ALIMENTAR

Não vale a pena decidir que a partir de agora só come ananás ou restringir as refeições a uma folha de alface: cortar drasticamente nas calorias apenas fará com que o corpo interprete essa redução como sinal de privação e desacelere o metabolismo, além de começar a utilizar a proteína contida nos músculos (interferindo com a função de queimar gordura). Aposte antes em refeições moderadas e lanches pouco calóricos ao longo do dia, à base de vegetais, proteína magra, fruta fresca e (poucas) gorduras saudáveis.

CORTE NO AÇÚCAR

Não precisa de ser um corte drástico (fundamentalismos nunca fizeram bem a ninguém), mas saiba que o organismo gasta quase o dobro da energia a digerir hidratos de carbono integrais – especialmente se forem ricos em fibra – do que gastaria com alimentos refinados (massa, arroz e farinhas brancas). Se também não resistir a um doce, opte por chocolate amargo ou com 70 por cento de cacau.

EXERCÍCIO

Quando todas as sobremesas e álcool parecem ter-se alojado aí para sempre, um pouco de exercício é do melhor para se livrar da barriga saliente, reduzindo-a e tonificando-a de uma assentada. O ideal é combinar treino aeróbico de alta intensidade com algum trabalho de força, em exercícios diversos com intervalos reduzidos entre si. Os especialistas consideram que perder barriga exige qualquer coisa como 70 por cento de disciplina alimentar e 30 por cento de atividade física, pelo que não vale perder a coragem nesta parte da equação.

ACELERE O METABOLISMO

Emagrecer não depende apenas do que se come mas de como o organismo funciona, e aqui há formas de aumentar a velocidade com que queimamos calorias. Além dos seis tópicos que listámos – todos ajudam a acelerar o metabolismo –, pode ainda acrescentar duas chávenas de café por dia, consumir ferro (presente nas carnes magras, marisco, cereais, nozes, feijões, lentilhas ou espinafres e essencial para o bom funcionamento da tiroide, que regula o metabolismo) e cortar no álcool (dois martínis reduzem em até 73 por cento a queima de calorias).

DURMA O SUFICIENTE

A privação do sono torna o metabolismo mais lento, além de interferir diretamente com as hormonas grelina e leptina, ligadas ao apetite e ao equilíbrio energético: o aumento da grelina informa o cérebro de que é altura de comer (neste caso fora de horas), ao passo que o decréscimo de leptina dificulta a perceção de que podemos parar de comer porque estamos satisfeitos.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.