Dificuldade para lembrar nomes, números de telefone, datas muito importantes, onde estacionou o carro? Acontece e não é grave. A falta de memória tem remédio.

Texto NM | Fotografia Shutterstock

Não é preciso entrar em pânico. Falhas de memória não significam obrigatoriamente Alzheimer, demência ou senilidade. Em muitos casos, deve-se apenas ao cansaço.

Há, no entanto, alguns sintomas a que convém estar atento. Se perde o contacto com a realidade (esquece-se do ano em que estamos, do nome do cônjuge ou de um filho, não sabe onde está), se as atividades diárias e o trabalho ficam comprometidos devido ao esquecimento, se anda ansioso e enervado por causa dos lapsos, então procure ajuda médica.

De resto, há truques para reavivar a memória. Conheça alguns.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.