OPINIÃO

A saudade é um bom negócio

[…]

Bacalhau e azeite, sim, mas também pastéis de nata, caracóis e torresmos. A expor­tação de produtos alimentares portugueses está a renovar-se. Sobretudo para França, onde há uma nova clientela. Numa altura em que as vendas batem máximos históricos, metemo-nos num camião e fizemo-nos à estrada para perceber o que está a mudar no mercado da saudade. Leia aqui.

Ricardo J. Rodrigues, em França
Fotografia de Jorge Simão