Vai de férias com as crianças? Evite estes 6 erros

As férias em família estão aí. Praia ou cidade? Hotel ou alugar casa? Estes momentos juntos vão fazer parte da memória das crianças, afinal, quem não se lembra daquelas férias na infância? Faça com que estes dias sejam inesquecíveis e evite alguns erros que podem estragar o momento.

6. Praia todo o dia?

Se vai para um destino de praia, a tendência é querer aproveitar ao máximo a experiência. Mas a verdade é que não é nada aconselhável estar ao sol nas horas de maior calor (das 11h00 às 16h00). O ideal é ir cedo, aproveitar as primeiras horas do dia, fazer um bom intervalo ao almoço e voltar ao fim do dia, para aproveitar o pôr-do-sol. Nestas horas em casa, pode descansar, dormir a sesta ou passear. As crianças vão agradecer a diversidade e não corre riscos desnecessários.

5. Levar o trabalho para férias

A tentação está à distância de um clique, é verdade. Estar sempre com o smartphone, responder a e-mails ou atender telefonemas de trabalho num momento que é para passar com os filhos não é bom. Há tempo para tudo e as férias são para eles. Desligue as notificações, só veja e-mails quando estiverem a dormir. Não abdique do tempo precioso que tem com os seus miúdos. Em férias, o trabalho pode esperar.

4. Carregar a casa atrás

Fazer as malas é sempre um desafio. Mas há uma diferença entre o que eles precisam mesmo e aquilo que acha que vão precisar. Imaginar todos os cenários – frio e quente – carregar a mala de conjuntos a condizer, levar todos os brinquedos possíveis, encher o carro de tralha. Quem nunca fez isto? Mas a verdade é que estão de férias. Pode levar só a roupa essencial e um agasalho (deixe-os serem eles a escolher), não recorra sempre a brinquedos e aprenda a brincar com os filhos. O volume das malas diminui e vai ver que não sentirá falta de nada.

3. Planear tudo ao pormenor

A tendência é sempre fazer um plano sobre onde ir, o que visitar, lugares para comer. Mas, atenção, o imprevisto pode ser gratificante e normalmente é nesta altura que surgem as melhores surpresas. Claro que se vai visitar Paris com as crianças, é aconselhável planear ir ao Louvre. Mas deixe o resto do dia livre para passear, não canse os mais pequenos com horários demasiado restritos.

2. Não experimentar

Viajar com os filhos é uma descoberta não só para eles como para si também. Em todos os aspetos, até na comida. A gastronomia dos países é parte importante da sua história e eles deveriam conhecer esse lado também. Não caia na tentação de comer sempre o mesmo, o que eles pedem, o bife e as batatas frias. Dê-lhes a provar o que se come nos lugares, mesmo que estranhem, de início. Vai ver que eles vão tornar-se crianças e jovens sem «esquisitices» e com uma visão mais curiosa do mundo.

1. Deixar-se levar pela frustração

Nem tudo corre como planeado, as birras vão sempre acontecer. Tinha pensado no dia perfeito de passeio e as crianças não estão com vontade? É normal, eles têm ritmos diferentes. Em vez de discutir ou obrigá-los a fazer uma coisa que não gostam, por que não deixá-los ser eles a escolher? Não é regra para todos os dias, mas estão de férias, lembre-se disso, não mostre frustração por uma situação que pode tornar-se divertida. E é uma mais-valia para os mais novos sentirem que fazem parte da organização também.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.