OPINIÃO

Pensos rápidos para a depressão, a ansiedade… e tudo o que lhe faz mal

Há ideias tão simples e tão giras que enerva não termos sido nós a tê-las. Estas tatuagens motivacionais temporárias, em forma de penso rápido, foram inventadas por uma estudante inglesa de Psicologia quando estava a passar por uma depressão. Podem não curar, mas ajudam muito a tratar as feridas. E a alertar para elas.

Texto NM Fotografias de Motivational Tattoos

Nos últimos tempos, tem-se falado, demasiado talvez, em mutilações, auto-inflingidas ou não, em suicídio, em depressão e em fragilidade emocional entre jovens e adolescentes. É, por isso, importante, saber que existe quem use a criatividade para ajudar a sarar esse tipo de feridas.

Francesca Timbers, meio inglesa, meio italiana, passou por uma fase má quando estava no último ano de Psicologia. A ansiedade e a depressão quase a levaram ao suicídio, conta o site Mashable, mas em vez de se deixar derrotar, Francesca deu luta e começou a criar tatuagens que a motivassem a aguentar os dias com mais força e bom humor.

Depressa percebeu que o que a ajudava a ela, podia também ajudar outros. E foi assim que nasceram as Motivational Tattoos.

Não é por acaso que têm a forma de um penso rápido. A depressão, a ansiedade e outros distúrbios são uma doença e causam feridas, que têm que ser tratadas. «Um penso rápido representa cura e tratamento e por isso achei que era um ótimo símbolo», disse a criativa ao Mashable.

«Calma», «Respira», «Tu consegues!», «Sê forte», «Vai passar», «Coragem» são apenas algumas das mensagens (no original, em inglês) que podem ler-se nas tatuagens temporárias inventadas por Francesca Timbers.

Achou bem. Estas tatuagens motivacionais têm sido um sucesso em todo o mundo. Já vendeu mais de 20.000 packs, para mais de 60 países diferentes, desde que começou, em 2015, na sala de estar de casa dos pais.

«Calma», «Respira», «Tu consegues!», «Sê forte», «Vai passar», «Coragem» são apenas algumas das mensagens (no original, em inglês) que podem ler-se nas tatuagens temporárias inventadas por Francesca Timbers e comercializadas aqui.

A ideia é que as tatuagens ajudem quem tem problemas. Por um lado, servindo de alerta para quem está por perto, porque nada pior do que o isolamento e a solidão, para quem está a passar por uma depressão. Mas também servindo de lembrete ao próprio, que usando-as está a reagir e a dar um primeiro passo para lutar contra a doença ou problema que o afeta. Procurar tratamento será o segundo passo.

Citações inspiradoras, com humor e motivacionais sempre atraíram as pessoas e são hoje uma tendência, por exemplo no design e decoração. Por que não inscrevê-las na pele, ainda por cima apenas temporariamente, se isso ajudar a melhorar o humor e o estado de espírito?

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.