OPINIÃO

8 passos para passar de pessimista a otimista

As emoções positivas são um excelente amortecedor para o pessimismo, a depressão, o stress, a infelicidade. A ciência garante que somos capazes de treinar o nosso cérebro para sermos mais otimistas e que isso só traz vantagens à cabeça e ao corpo. Por isso, está na hora de varrermos pensamentos negativos, que não fazem bem a coisa alguma, e darmos importância ao que realmente interessa.

Texto de Sara Dias Oliveira | Fotografia de Shutterstock

Ver o copo meio cheio ou meio vazio faz toda a diferença. Acordar com boa disposição, cheio de vontade, dizer bom dia em voz alta, pensar que a vida vai correr bem, afastar pensamentos negativos. Tudo ajuda para que os momentos pessimistas não tenham qualquer hipótese de invadirem o nosso tempo e a nossa cabeça. Se assim for, é só benefícios.

Ver o copo sempre meio vazio não ajuda nada, esse olhar crónico prejudica a mente e apaga a capacidade e a força de recuperar das contrariedades do dia-a-dia e dos momentos mais complicados. Barbara Fredrickson, psicóloga da Universidade da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, estuda o tema e garante que podemos gerar emoções positivas nas atividades quotidianas e que os curtos momentos de positividade são importantes para uma boa saúde tanto mental como física.

Há estudos que demonstram que os otimistas controlam melhor a glicemia, recuperam mais rapidamente de um ataque cardíaco e têm menos inflamações no corpo.

Há cientistas que asseguram que os sentimentos negativos ativam uma zona do cérebro e que isso não é nada bom. Quanto mais cenas negativas a circular na cabeça, maior risco de problemas de saúde. Há inclusive estudos que demonstram que os otimistas controlam melhor a glicemia, recuperam mais rapidamente de um ataque cardíaco e têm menos inflamações em determinadas zonas do corpo. Nós temos o poder de treinar o nosso cérebro para promover respostas mais positivas. Há coisas a fazer, portanto.

Fredrickson, especialista no assunto, dá alguns conselhos para intensificar pensamentos positivos, para uma atitude mais otimista perante a vida. Desde intensificar relações sociais com quem está ao pé de nós, aprender coisas novas, não ruminar problemas do passado, fazer o bem a outras pessoas, ser resiliente perante as contrariedades. Há coisas simples que podem mudar a maneira como encaramos a vida e que podem contribuir para uma visão mais otimista do copo meio cheio. E isso não é coisa pouca, é o suficiente para sermos mais felizes, mesmo com os obstáculos e contrariedades que todos os dias temos de contornar.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.