OPINIÃO

Um tablet para governar todos (os pratos)

Conteúdo patrocinado

Se já sonhou com o dia em que podia chegar à cozinha e preparar um jantar apenas com um ou dois toques, então há 7 polegadas de ecrã que a vão fazer muito feliz.

A tecnologia está em todo o lado, de formas que nem os filmes de ficção científica conseguiram prever. Ainda há poucos dias os cientistas conseguiram gravar um filme numa sequência de ADN e depois voltar a recuperar essa informação com sucesso. Já imaginou, um futuro em que todos nós somos o equivalente a uma pen USB gigante? Há um filme com a Scarlett Johansson que anda lá perto, mas não pensámos que fosse acontecer tão cedo…

Mas no meio de tantas inovações há algumas que se destacam por nos facilitarem a vida no mundo real, e uma das mais recentes é um tablet. É certo, os tablets não são tecnologia recém nascida, mas a maneira como este tablet se integra no nosso dia-a-dia, nomeadamente na altura de preparar refeições, vai fazer as suas delícias – tanto de forma figurativa como literal.

A responsável por esta maravilha da cozinha do futuro é a Teka, que inventou aquilo que na prática é uma placa de indução, mas que tem incorporado um tablet com um touchscreen de 7 polegadas a cores, que controla as funções deste equipamento da nova gama Wish.

Cozinhar passa a ser mais intuitivo, rápido e preciso, sem esquecer divertido. Imagine que tem uma receita que implica um tempo preciso de cozedura (se quiser entrar no mundo da culinária sous vide, por exemplo), e que indica no tablet da Teka Wish a temperatura precisa, o tempo de confeção, e a no final até pode guardar uma nota ou a própria receita.

São apenas algumas das funções verdadeiramente inovadoras que esta nova placa de indução Wish da Teka permite, entre opções de controlo da energia utilizada, a possibilidade de criar o seu próprio menu semanal e vários modos de cozinha – como um sistema de ebulição rápida para os dias em que o tempo não chega para tudo, o modo Derreter que é excelente para fazer fondues e até a função ideal para quem tem amigos que nuca chegam a horas: a função Manter Quente.

Para além de tudo o que esta fantástica evolução tecnológica nos traz, a própria zona de confeção foi pensada para se adaptar às nossas necessidades (o que é muito melhor do que sermos obrigadas a malabarismos). A placa está dividida em duas zonas independentes, o que significa que podemos usar a nossa wok gigante para saltear vegetais ao mesmo tempo que escalfamos um ovo num tacho microscópico na zona do lado, sem dificuldade.

Basicamente, temos um livre trânsito para a criatividade – quando há tempo – e um autêntico sous chef – para quando não há. Agora só falta mesmo escolher o que vai ser o jantar, e dar-lhe aquele touch especial.