OPINIÃO

Para um bronzeado perfeito e seguro

Nesta altura do ano, o destino dos fins de semana e férias é quase sempre a praia. Mas nunca é de mais reforçar: não se esqueça do protetor solar. Não facilite. As lesões de pele, por mais insignificantes que possam parecer, podem resultar em complicações graves.

Texto Margarida Brito Paes | Produção e seleção de produtos Rute Cruz | Fotografia Reinaldo Rodrigues/Global Imagens

Os raios solares têm aspetos positivos para a nossa pele, já que nos ajudam a sintetizar a vitamina D. Mas os raios UVA e UVB são malignos e são uma das principais causas das queimaduras cutâneas e os grandes responsáveis pelo cancro da pele.

É imprescindível que se proteja do Sol com o fator de proteção adequado. O mais elevado, de nível 50, deve ser utilizado por todas as pessoas, podendo depois ser reduzido gradualmente quando a pele já está bronzeada, mas mantendo num mínimo um fator de proteção SPF30. No entanto, se tem uma pele muito clara, deve manter uma proteção elevada até ao fim da época balnear.

O creme deve ser reaplicado de duas em duas horas independentemente do fator de proteção. Um bom truque para não apanhar escaldões em zonas inusitadas é aplicar a proteção solar em casa antes de vestir o fato de banho. Não deverá esquecer-se de pôr creme nas orelhas (local onde são detetados muitos melanomas), nos pés e nas zonas laterais do corpo.

O rosto deve ter uma atenção especial, sendo preferível usar um creme específico para esta zona mais sensível do corpo. Existem opções com cor, que dão um ar bronzeado de forma instantânea, ideal para as primeiras fotografias de verão. Também não deve esquecer-se de proteger as mãos, que são uma zona do corpo muito exposta e que, como tal, apresenta sinais de envelhecimento mais depressa.

Por todas estas razões, é muito importante que se proteja do Sol e que tenha consciência de que o protetor solar não impede a pele de se bronzear, por isso pode usar e abusar desta barreira protetora.

Horário aconselhado

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, o período com maior incidência de raios UV é entre as 11h00 e as 16h00. É conveniente evitar a exposição solar neste horário.

Verdades sobre o sol

  • É importante proteger todas as partes do corpo, até as orelhas. São muitos os cancros da pele que surgem em zonas como esta por falta de proteção solar.
  • A areia reflete 15% da radiação solar.
  • A água reflete 25% da radiação solar, por isso é que se queima mais quando está a tomar banho ou à beira-mar.
  • O protetor solar deve ser aplicado 30 minutos antes da exposição ao sol e reaplicado a cada duas horas.
  • As nuvens filtram apenas 20% dos raios, por isso deve proteger-se até nos dias nublados.
  • A roupa molhada aumenta a penetração da radiação.
  • É recomendado o uso de protetor diariamente de fevereiro a novembro.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.