A Guerra dos Tronos: quem é que ainda não morreu?

A sétima e penúltima temporada de A Guerra dos Tronos chega hoje ao fim (Syfy, 22h15), com o muito aguardado sétimo episódio. Oitenta minutos de aventura de dragões e rainhas poderosas. Como eram os sobreviventes da série na primeira temporada e onde estão agora?

Texto João Tomé

Se há série de televisão que mata sem dó nem piedade qualquer vislumbre de protagonista ou personagem interessante é… A Guerra dos Tronos. Quem acompanha a série mais mediática da atualidade sabe que a personagem algo secundária de hoje é o protagonista de amanhã e isso deve-se às bases: primeiro ao autor da saga literária As Crónicas de Gelo e Fogo, George R. R. Martin, depois aos criadores da série, David Benioff e D.B. Weiss, que continuaram a imaginar este mundo mesmo quando já não existiam livros publicados (aconteceu a partir da sexta temporada).

Apesar das muitas mortes violentas desde o início – a primeira grande surpresa foi quando o protagonista Ned Stark, Rei do Norte, ficou sem cabeça no final da primeira temporada –, há alguns sobreviventes fulcrais na história que tiveram uma evolução incrível, da inocência para as cicatrizes da vida, na luta pelos violentos Sete Reinos. Para já, estes personagens estão vivos. Logo à noite (SyFy, 22h15) voltamos a falar. O último episódio já passou na última madrugada nos EUA, por isso, cuidado com os spoilers na internet.

16. Daenerys Targaryen na primeira temporada

Antes de se tornar a conhecida Mãe de Dragões, Daenerys, Dany para os amigos (o mais recente é Jon Snow), foi vendida pelo seu desprezível irmão Viserys a Khal Drogo, rei da tribo nómada Dothraki, como parte do seu plano de reconquistar Westeros. Mas Daenerys conquistou o coração dos Dothraki e tornou-se a sua rainha, ou Khaleesi. No fim da temporada perde o marido Khal mas vê nascer de três ovos que estavam em pedra, três dragões a que chama filhos.

15. Daenerys Targaryen na sétima temporada

A Filha da Tormenta, a Não Queimada, Mãe de Dragões, Rainha do Outro Lado do Mar, Rainha de Mereen, Rainha dos Ândalos e dos Primeiros Homens, Senhora dos Sete Reinos, Khaleesi dos Dothraki, a Primeira de seu Nome, está viva e já em Dragonstone, onde nasceu, a planear tomar Westeros e tirar Cersei Lannister do poder. A assisti-la tem precisamente um pequeno Lannister, Tyrion, e um antigo conselheiro dos Lannister, Varys. Perdeu um dos seus três dragões – morto pelo Rei da Noite – e está apaixonada pelo novo aliado, Jon Snow, Rei do Norte. Passou de jovem vendida e perdida, para rainha poderosa.

14. Jon Snow na primeira temporada

«Tu não sabes nada, Jon Snow.» O (presumível) filho bastardo de Ned Stark só ouviu esta frase, vezes sem conta, da Selvagem Ygritte, na segunda temporada, mas define bem quem Jon era no início da série: um jovem tímido e pouco promissor, por ser bastardo, que viaja para o Muro para ajudar o tio Benjen nos Night Watch. É aqui que ele fortalece o seu talento para a luta e aprende sobre os perigos além do Muro, que jurou defender.

13. Jon Snow na sétima temporada

De bastardo de Winterfell a novo Rei do Norte. Uma evolução incrível de um dos atuais protagonistas, ao lado de Daenerys. Já se apaixonou, reuniu exércitos, foi morto (e ressuscitado) e está agora numa missão, onde busca aliados, para salvar o povo de Westeros, da guerra iminente com os temíveis Caminhantes Brancos e o seu exército de mortos. Tem uma nova paixão, Daenerys, mas pouco tempo para amar.

12. Cersei Lannister na primeira temporada

Cersei é a mulher do Rei Robert, governante dos Sete Reinos, mas não só odeia o marido como mantém um romance secreto com o seu irmão gémeo Jaime (e pai das suas três crianças). Ned Stark, Rei no Norte e principal conselheiro do Rei Robert, confronta Cersei sobre a relação incestuosa e a paternidade dos seus filhos, o que leva à sua decapitação inesperada.

11. Cersei Lannister na sétima temporada

Mantém-se maquiavélica, calculista, mas ainda mais mortífera, fria e sedenta de poder, especialmente depois de ter sido humilhada em público, presa e torturada por uma seita. As lutas pelo poder levaram à morte dos três filhos (dois deles foram reis adolescentes). Com a morte do último ascende ela própria ao Trono de Ferro, mas o desafio de manter e aumentar o seu poder em Westeros é cada vez maior.

10. Tyrion Lannister na primeira temporada

Primeira temporada: O filho anão da família mais poderosa de Westeros passa o tempo bêbado e de bordel em bordel, com as suas prostitutas favoritas. Mas vamos percebendo que embora não tenha o físico para a guerra – desmaia passados segundos do início da sua primeira batalha – nem goste da intriga da família, é culto e tem talento como estratega.

9. Tyrion Lannister na sétima temporada

Bem longe dos tempos em que respirava vinho e só pensava em mulheres, Tyrion matou o poderoso pai – que o traiu e se preparava para o levar para a forca –, escapou de Porto Real e é agora o principal conselheiro da Rainha Daenerys. Ou seja, tenta ajudar a tirar a sua irmã Cersei – que o odeia mais do que nunca – do trono de Westeros. Passou de boémio que fugia das decisões, para estratega e figura central da saga.

8. Jaime Lannister na primeira temporada

Louro, bem parecido, confiante, desejado e o melhor combatente do reino, é conhecido como regicida, já que eliminou um rei sem escrúpulos. Tudo lhe corria bem. Protege a todo o custo a relação amorosa com a irmã, ao ponto de atirar o pequeno Bran Stark da torre de Winterfell, quando ele os vê a fazerem sexo.

7. Jaime Lannister na sétima temporada

Passou de Príncipe Encantado para uma espécie de Shrek, mais bondoso, menos convencido e bem menos exuberante. Perdeu uma mão pelo caminho, deixando de ser o combatente destemido que era, mas ganhou muito mais interesse como personagem – já que se debate com muitos dilemas morais que o tempo fez o favor de acrescentar e mostrou ter um bom coração. Continua a amar a irmã e a ajudá-la a manter o controlo de Westeros, mas parece que a lealdade a Cersei começa a perder-se, já que ela tornou-se mais destrutiva e cega pelo poder.

6. Sansa Stark na primeira temporada

A princesa bonita dos Stark, dedicada às rendas e aos vestidos, desejava viver em King’s Landing e tornar-se a rainha esbelta, pelo menos até ir para lá e conhecer Cersei. Com a morte do pai por traição, tudo se complica.

5. Sansa Stark na sétima temporada

A menina inocente já foi violada, casou mais do que uma vez com homens poderosos que odiava, mas conseguiu sobreviver, crescer e prosperar, revelando-se também estratega e destemida. Depois de erradicar o sádico Ramsay Bolton, ela regressa a casa, Winterfell, tantos anos depois – não voltava lá desde a primeira temporada. Mas tudo mudou, inclusive ela. Torna-se rainha provisória do Norte, quando Jon parte para o sul e sente-se bem no poder, apesar de a irmã Arya suspeitar das suas motivações.

4. Arya Stark na primeira temporada

Já na altura rejeitava as atividades femininas e esse estereótipo, ao contrário da irmã. A pequena Arya queria aprender a lutar com espada – Jon Snow dá-lhe a primeira – e treina em Porto Real. Passa a ser fugitiva quando o pai, Ned, é condenado por traição.

3. Arya Stark na sétima temporada

Além de ser exímia na arte da luta com espadas, agora domina outra arte, a das muitas caras. De volta a Winterfell depois de muito tempo por sua conta, está mais fria, calculista e distante, mantendo o foco na vingança – o que perturba a irmã Sansa. Tornou-se numa jovem imprevisível, ao ponto de a irmã ver nela agora uma possível ameaça.

2. Bran Stark na primeira temporada

A paixão por correr e fazer escalada custou-lhe uma paralisia para sempre: quando apanhou Cersei e Lannister a fazerem sexo, foi lançado das alturas e nunca mais andou. Passa a maior parte do tempo de cama e a ter sonhos estranhos.

1. Bran Stark na sétima temporada

Depois de sobreviver ao gelo e perigos do Norte, mesmo para lá do Muro, o jovem das visões proféticas seguiu o seu destino e tornou-se «Corvo de Três Olhos». As suas visões já trouxeram algumas revelações e agora consegue ver todo o passado – parece viajar no tempo – mas perdeu a alegria do jovem Bran e passou a ser focado no seu dom que também é um peso.

Também sobreviveram desde a primeira temporada: Theon Greyjoy, Petyr «Littlefinger» Baelish, Varys, Sandor «The Hound» Clegane, Samwell Tarly, Jorah Mormont.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.