A mania da comida em miniatura

tiny-food_credito-tastemade_03

Publicidade

Na comida japonesa, o tamanho importa.

É um daqueles fenómenos que não se percebe muito bem como acontecem, mas acontecem. No último ano, milhares de japoneses apaixonaram-se pelo hábito de criar pratos comestíveis em miniatura. São receitas a sério, em pequeno formato, confecionadas em cozinhas e com utensílios igualmente pequenos. Estão a ver a escala de uma casa de bonecas? A ideia é confecionar comida desse tamanho. Eis a Tiny Food.

Há milhões de pessoas a seguirem os vídeos do YouTube e os sites que ensinam a cozinhar pratos tão variados como donuts, bife Wellington, sushi ou peru de Natal. A tendência nasceu no Japão, mas está a espalhar-se rapidamente pelos Estados Unidos.

Um canal de vídeos do YouTube chamado Miniature Space, por exemplo, tem um milhão de subscritores. O seu vídeo mais famoso, a receita de um bolo de morango, tem mais de 8,5 milhões de visualizações. E também há sites como o Tastemade, com uma série de tutoriais chamado Tiny Kitchen. As fotografias da galeria acima são retiradas desses vídeos.

Há um mês, a revista norte-americana Atlantic publicou um artigo sobre esta nova mania da comida em miniatura, e considerou-a «profundamente japonesa». E Merry White, uma antropóloga que investiga a cultura nipónica na universidade de Boston, classificava a Tiny Food como o lado mais recente da obsessão japonesa pelo kawaii – a produção do extraordinário com nenhuma outra utilidade senão a criação de algo engraçado.

 

 

 

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.