Uma casa a dois tempos

1271_decoracao08

Publicidade

A recuperação de uma casa em São Pedro do Estoril.

Em São Pedro do Estoril, no concelho de Cascais, uma casa com quase cem anos foi recuperada para sobreviver ao tempo e acolher uma família – a do próprio arquiteto responsável pelo projeto. A ideia junta diferentes tempos com elegância, sensibilidade e sentido prático.

Um edifício do primeiro quartel do século XX foi, para o arquiteto Ricardo Moreno, uma das mais difíceis tarefas que alguém com a sua profissão pode encontrar: desenvolver o projeto e a construção da sua própria casa. Em São Pedro do Estoril, concelho de Cascais, com o mar à porta e a serra de Sintra a poucos minutos, a localização era um dos atrativos da moradia. Mas não só: erguida em 1923, era uma casa com história, uma identidade que importava preservar. Daí partiu o projeto, «uma ponte entre dois momentos no tempo», diz o arquiteto. Entre o passado a reconhecer e a valorizar, e a contemporaneidade estética e funcional de uma casa para ser vivida no dia-a-dia.

As paredes exteriores, em alvenaria de pedra, são a principal marca dessa história. Para as preservar, foi utilizado um reboco com argamassa de cal e argila, misturado com cortiça triturada, o que permitiu manter a estética e, simultaneamente, melhorar o isolamento térmico. O resultado permite maior sustentabilidade na gestão de recursos, uma preocupação visível em todo o projeto, em que os materiais naturais ecológicos e recicláveis foram privilegiados.

Nas zonas comuns – sala de estar, cozinha e escritório –, a introdução de uma estrutura de madeira foi a solução encontrada para compartimentar e definir os diferentes espaços, separando-os sem, com isso, interromper o fluir natural do desenho, numa espécie de open space com fronteiras discretas. Nessa mesma estrutura esculpiram-se os degraus que dão acesso a novos módulos nos pisos superiores, onde estão as zonas privadas e um ateliê.

Os tons naturais predominam, criando um ambiente claro, amplo e sereno, em harmonia com o exterior, uma das zonas mais apetecíveis da casa. No jardim, com um deck de madeira a servir de apoio, a piscina em tons escuros sublinha a elegância do espaço, onde as flores e as plantas contribuem com um toque de cor e aumentam o conforto e a privacidade.

FICHA DO PROJETO

NOME: Casa Estoril
AUTOR: Ricardo Moreno Arquitectos
LOCALIZAÇÃO/ DATA: São Pedro do Estoril, Portugal, 2014

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.