OPINIÃO

Decoração da casa para conforto em tempos de frio

Inspire-se neste projeto de Lígia Casanova e vista a sua casa para o inverno.

Com a chegada do frio, voltamo-nos para o interior e procuramos soluções para ambientes mais acolhedores.

Conforto: é provavelmente uma das palavras mais desejadas da estação e um conceito que Lígia Casanova aplicou neste apartamento lisboeta. Situado no Campo Pequeno, com três quartos, sala de jantar cozinha e um grande terraço a servi-lo, o apartamento parecia ter tudo para uma casa perfeita. O problema? «Os proprietários não sentiam que tivessem uma casa confortável», explica Lígia Casanova, a designer de interiores a quem a família recorreu para dar ao espaço aquilo que lhe faltava. As causas eram várias: desde a escolha e disposição dos móveis ao próprio chão, escuro e de cimento afagado – uma característica que tornava a casa ainda mais desconfortável no inverno.

Para resolver o problema, Lígia propôs uma solução inesperada: «Optei pelo mais difícil: dar ainda mais cinzento à casa, mas conseguindo um equilíbrio através do uso de madeira e texturas de lã e linho, para um ambiente mais confortável», explica. Na sala, as paredes foram pintadas de cinzento-escuro, para fazer a ligação ao chão, e de branco. Numa delas, Lígia colocou um papel de parede com fundo branco e desenhos em cinzento que opera como elo entre as diferentes superfícies. A pensar também na importância de dar à família um espaço personalizado, uma das paredes foi ainda pintada com tinta de ardósia, para se poder escrever sobre ela.

Os tapetes, almofadas e têxteis dos sofás trazem o tão procurado conforto. Na sala, como em todas as divisões, todas as peças foram pensadas de raiz, à exceção de uma mesa e alguns elementos antigos que eram herança da família. Nesse caso, o desafio passou por integrá-las na decoração, tendo sempre em conta a criação de um espaço que a família pudesse sentir como seu. Esse esforço reflete-se também na estante criada com cubos de madeira e lacados: «A ideia desta estante foi centralizar tudo, com o objetivo de arrumação, sim, mas pensando-a de forma a sentir-se que estes eram os objetos da vida dos habitantes, juntando livros, fotografias da família e objetos que fazem parte da sua história.»

Este é um projeto em que a estética assume um compromisso com a vivência. Uma casa com identidade própria que se vai moldando e adaptando aos seus habitantes, para acolher memórias e momentos felizes.

PROJETO:
When Grey Meets Comfort
AUTOR: Lígia Casanova (ligiacasanova.com)
LOCALIZAÇÃO / DATA: Lisboa, maio 2015

Laura Patrício