Laca: usar ou não usar?

nm1241_beleza

Publicidade

Fez furor durante décadas, ajudando a criar penteados.

A moda dos cabelos «ao natural» e os ditadores de tendências remeteram a laca ao esquecimento. Mas o importante produto de styling está relançado e respeita a saúde dos cabelos.

A laca tem sido um dos produtos mais incompreendidos da cosmética», diz Patrick Depaus. «Tempos houve em que nenhuma mulher dispensava a sua utilização e (quase) de repente foi posta de lado e passou a ser alvo de repulsa. Felizmente, a indústria tem percebido as necessidades e trabalhado no desenvolvimento de lacas que não danificam o cabelo.»

O cabeleireiro belga, que vive em Portugal há mais de três décadas, trabalhou durante vários anos nos bastidores da moda nacional e internacional. E não tem dúvidas de que a laca usada noutros tempos mudou radicalmente em relação ao que o mercado atual oferece.

Usada em excesso, a laca pode danificar a estrutura capilar, em especial quando o produto tem níveis de álcool muito altos e outros componentes de menor qualidade. «A qualidade tem preço e em alguns produtos é importante pagar um pouco mais para se ter a certeza de que o cabelo vai sofrer o mínimo possível», diz Patrick.

A preocupação estende-se a quem recorre à coloração, «uma vez que determinadas lacas destroem a pintura devido à alta concentração de álcool que faz secar a fibra capilar, já sensibilizada pelas tintas utilizadas na coloração e descoloração», diz Fernando Marques, especialista em coloração. Para escolher bem, é preciso saber o que se pretende: uma fixação suave, média ou forte, um efeito natural ou armado, um aspeto seco ou molhado. O que nunca pode faltar é a hidratação do cabelo: «Nunca é demais, pois a fibra capilar precisa de se repor.»

A laca, ao contrário do gel, permite efeitos complexos em cabelos de tamanho médio ou longo, e mesmo os cabelos curtos têm a ganhar com este acessório de styling, como acontece em penteados como os renovados new wave, pixie ou cut Bob, em franjas longas e desestruturadas. «O bom senso está no equilíbrio e nunca no excesso», diz Patrick. «Se usar laca indiscriminadamente, o cabelo irá ressentir-se e obrigar a tratamentos de hidratação e recuperação da saúde capilar através de máscaras.»

Hoje em dia, a laca deve estar presente entre os produtos de styling caseiros, mas deve-se escolher as que têm o mínimo de álcool e respeitar sempre a estrutura da fibra capilar.

SEGURAMENTE APANHADOS
1 Fazer o apanhado
2 Aplicar a laca no cabelo esticado
3 Dividir o cabelo solto e aplicar
4 Ripar o cabelo solto
5 Estruturar criando volume no rabo de cavalo para ficar homogeneamente trabalhado.