Donos de estimação

nm1236_opostos

Publicidade

Gatos vs. cães

Ter um cão é mais divertido do que ter um gato? Ou gostamos mais do feitio dos felinos do que da dependência dos caninos? E quem larga mais pelos? Ana Guiomar é atriz e defende os donos de cães. Diogo Faro é humorista e defende o lado dos donos de gatos. Os argumentos entre donos de animais de estimação pode não ter fim… embora a gata Carminho e o cão Bart não pareçam muito preocupados.

Afinal, o melhor amigo do homem é um cão ou pode ser um felino? «É melhor ter um gato do que um cão», diz Diogo Faro. «Fascina-me a higiene dos gatos. Nascem com um botão automático para ir fazer as necessidades ao caixote com a areia. É um descanso!» Com apenas 3 meses, a gata Carminho conquistou o coração do humorista quando lhe chegou às mãos para oferecer a uma amiga. A amiga ficou sem o presente e ele com uma nova inquilina lá em casa, a «gata fadista betinha». Foi amor à primeira vista. «Ter gatos é só vantagens. É um animal muito independente e tem tudo o que quero num amigo de quatro patas. Depois, claro, outra vantagem: os gatos têm muita graça.»

Ana Guiomar não concorda. «Tenho uma relação assim para o maternal com os cães», diz a atriz. «O meu Bart é como se fosse meu filho, levo-o para todo o lado, senta-se no sofá, vai para a minha cama. Ao mesmo tempo, é um cão muito tranquilo e não está sempre a chamar a atenção nem nunca me estragou a casa.» Ana já teve gatos e sabe do que são capazes. Mas, pelo menos num ponto, o seu cão não é muito diferente. «Se vier um monstro ao meu encontro, ele é que foge.» Bart, um boxer terrier de 8 anos, é famoso por uma série de vídeos do YouTube intitulados Eu Tenho Um Cão de Estimação. Uma série de humor em que  ele fala e tudo, contracenando com Diogo Valsassina.

Diogo Faro contrapõe, diz que os cães são porcos e acusa Bart de se babar. A dona passa ao ataque. «O meu Bart nunca se baba e dá-se bem com toda a gente! Os cães são incríveis quando nos surpreendem. O Bart tem coisas do outro mundo. Por exemplo: nunca acorda de manhã, fica sempre a dormir até às 13h30.»

Estas duas figuras públicas com animais de estimação estão de acordo numa coisa: quer cães quer gatos estão sempre melhor com donos do que abandonados na rua. E ambos fazem o apelo para que os abandonos nas férias de verão parem. Diogo Faro vinca que a companhia de um animal doméstico é algo que não tem preço e admite gostar de ver filmes no sofá acompanhado pela Carminho. Mas reconhece que é um alívio não ter de a levar ao parque para passeios. Um alívio que, por outro lado, evita que se depare com o famoso cliché que a fação canina apanha: passear um cãozinho para poder conhecer pessoas. «Estou a pensar alugar o Bart para festas, as crianças adoram-no!», diz Ana Guiomar.

Apesar de lembrar que os gatos não ladram e por isso não fazem barulho, Diogo Faro lembra a teoria de que os gatos pensam que os humanos é que são o animal de estimação. «Faz sentido. A minha Carminho passa sempre que lhe apetece à frente do meu teclado ou carrega com a pata no botão de pause do meu comando televisivo.» E é isso que Ana Guiomar diz que não acontece com quem tem cães. «Podemos nadar com eles. Experimenta lá nadar com a tua Carminho

DIOGO FARO
Humorista da nova geração. Ex-publicitário que se aventurou em espetáculos de stand-up e em vídeos da internet. Sensivelmente Idiota foi a série online que o lançou. «Adoro gatos. É irracional, até porque tinha tudo para ser traumatizado: em criança, o gato cruel da minha avó arranhou-me nas costas. Aliás, deslizou com as unhas cravadas nas minhas costas.»

ANA GUIOMAR
Das atrizes mais populares da SIC, tem dado também provas no palco, nomeadamente no Teatro Aberto. Aos 27 anos prepara-se para um novo espetáculo no Teatro Nacional D. Maria. No cinema teve uma participação secundária em A Vida Privada de Salazar (2009). «É maravilhoso quando os cães já nos conhecem e nós começamos a perceber as suas manhas.»