OPINIÃO

Bronzear sem o sol

Soluções para manter a pele com um tom dourado, todo o ano.

Ter uma pele bronzeada ou uma cor saudável não obriga à exposição solar. O uso de alguns produtos de beleza podem criar um efeito dourado idêntico ao de quem apanhou um pouco de sol no rosto e no corpo, sem ter estado exposto aos danos que este pode provocar à pele e, importante, sem sujar a roupa.

A tonalidade da pele durante os dias invernosos nunca é semelhante à dos dias de verão, quer pela natural exposição solar – andar na rua, almoçar numa esplanada, passear ao ar livre – quer pelo uso de produtos que ajudam a ter um aspeto bronzeado.

A maquilhagem no verão ajusta-se a todas as mulheres que não gostam ou não toleram o sol. Aplicar uma base, sempre do tom da pele, seguido de um pó com um tom mais bronzé ajuda a adquirir um aspeto saudável de quem se expôs ao sol sem os malefícios dos raios ultravioletas. A base pode ser dispensada devido ao calor e substituída pelo pó compacto ou blush (atenção ao tom escolhido) nas maçãs do rosto, queixo e zona «T» (testa e nariz). O creme diário tem proteção solar, mas como salvaguarda pode sempre colocar um protetor mais eficaz antes de se maquilhar todas as manhãs.

A pele alva regressou à moda há já vários anos motivada por questões estéticas e de saúde. Para quem quer estender a tonalidade dourada a todo o corpo pode usar produtos como os conhecidos autobronzeadores, que devem ser aplicados uma vez por dia e que já não sujam a roupa. Este género de produto deve ser aplicado uniformemente para evitar deixar manchas na pele e tem a capacidade de ir saindo com a água do banho, o que exige a uma manutenção regular para se conseguir manter a cor desejada.

As apreciadoras de peles uniformemente brancas, claras e alvas, devem usar todos os dias, e mais do que uma vez por dia, protetores de índice alto nas zonas expostas: rosto, braços, colo (decote) e pernas. O uso de chapéu minimiza o contacto da pele com os raios solares. Muita atenção aos lábios que são muitas vezes esquecidos. A pele labial é extremamente sensível e precisa de hidratação e proteção frequentes.


Leia também: «Cancro da pele: prevenir é o melhor remédio»


Catarina Vasques Rito Produção e escolha de produtos Rute Cruz
Fotografia Shutterstock e Orlando Almeida/Global Imagens