Quentes e bons

NM1227_Moda01

Publicidade

Não há nada como um belo casaco.

As temperaturas desceram e parece que vieram para ficar. Está na hora de tirar os casacões do armário. E rever a lista de compras para os próximos tempos.

A estação fria continua a ser a preferida da moda. Podemos sobrepor camadas e brincar com os materiais, dos mais finos aos mais pesados, criar verdadeiros contos de fadas aconchegados em malhas. As camisolas e as botas podem ser as rainhas da estação, mas neste ano são os casacos compridos que dominam as tendências de inverno no vestuário feminino.

Os abafos são uma das peças-chave para enfrentar os dias gelados de dezembro e janeiro. E nunca se considera um armário completo se não tiver um bom casaco de inverno. Mas se antigamente chegava um bom casaco – de bom corte, estilo clássico e cor neutra – para passarmos a altura das festividades de forma confortável e elegante, hoje temos muito mais.

Em fevereiro e março fizeram-se desfilar por todo o mundo centenas de casacos, de todas a formas, cores e feitios. Cada tipo de peça indicada para um estilo específico ou situação em particular. De todos eles sobressaíram os mais longos, até ao tornozelo, de linhas simples, alguns um pouco austeros, outros inesperados, surpreendendo pelas cores.

Para quem prefere os clássicos, há modelos de corte perfeito e cor elegante. Se gosta de arriscar, não faltam tons arrojados. São perfeitos para compor looks profissionais, podendo em alguns casos ser sobreposto aos blazers de fatos. É também o abrigo ideal para os dias de frio cortante ao ar livre, ficando com ar muito jovem quando combinados com calças de ganga, uma camisola de gola alta e ténis.